segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Consciência negra é compartilhada nas Unidades Pedagógicas


No dia 20 de novembro, comemora-se o Dia da Consciência Negra. A data escolhida lembra o dia da morte do líder negro Zumbi dos Palmares, que foi assassinado em 1695.  Esse dia é celebrado desde a década de 70, mas seus eventos só têm sido ampliados nos últimos anos. Até então, as manifestações negras estavam ligadas ao dia 13 de maio, em que é comemorada a Abolição da Escravatura.

O Dia da Consciência Negra é um dia para lembrar a resistência do negro à escravidão, além de debater temas como a inserção do negro no mercado de trabalho, a moda e a beleza negras, identificação de etnias etc., em vários espaços, especialmente nas escolas.




Os estudantes das UP da Escola Bosque destacaram a necessidade de eventos como esse para diminuir os preconceitos. "Os negros são responsáveis pela nossa cultura, como em algumas comidas, o vocabulário e religião. É importante fazer este momento na escola, para quebrarem os preconceitos", ressalta o aluno Otávio do Ciclo II. “Preservar a memória é uma das formas de construir a história”, diz a Coordenadora Luciana Tavares.


     Nesse sentido, a comunidade escolar das Unidades Pedagógicas da Funbosque compartilharam opiniões sobre o desejo de mudança em relação ao preconceito racial, realizando eventos em que os estudantes expressaram, na última semana de novembro, leituras sobre a cultura negra, além de diversas exposições e apresentações artísticas e culturais relacionadas aos costumes afros.




Pais e mães dos estudantes ficaram emocionados e satisfeitos com as performances dos filhos, aplaudindo, fotografando e partilhando ideias sobre a temática e, ainda, saborearam uma deliciosa feijoada, regada a couve, farofa e laranja... Hummmm!




quarta-feira, 28 de novembro de 2012

"Religião, Ciência e Diversidade: o conhecimento e suas múltiplas formas de expressão na sociedade"

Caríssimos leitores do blog da Escola Bosque,

No dia 04 de dezembro, a FUNBOSQUE realizará, no auditório de sua sede, mesa-redonda com o tema "Religião, Ciência e Diversidade: o conhecimento e suas múltiplas formas de expressão na sociedade". Essa dinâmica é parte integrante do Projeto "Sementes do Saber", desenvolvido pelo prof. Msc. Breno Alencar.

Confira o folder abaixo e não perca essa interessantíssima atividade!



terça-feira, 30 de outubro de 2012

FAI: FESTIVAL DE ARTES DAS ILHAS


Em meados do mês de outubro, as Unidades Pedagógicas da Escola Bosque estavam a todo vapor nos preparativos para o FAI- Festival de Artes das Ilhas. Esse projeto - pensado pela professora de Artes Thelma Vânia, e acolhido pelos professores, coordenadores e alunos- foi concretizado através de oficinas e apresentações artísticas que visaram levar arte e cultura para toda a comunidade escolar.

Nessa perspectiva, no dia 19 de outubro, a Ilha de Cotijuba viveu um dia de festa, com espetáculos, shows musicais, apresentações circenses, exposições de artes plásticas e ecológicas, bem como de artes cênicas e artesanato, nos quais os estudantes eram os produtores e protagonistas! Foram momentos de emoção, diversão, criação, criatividade e conhecimento, afinal as artes representam mais que uma mera criação humana com valores estéticos, tendo o poder de sintetizar as emoções, a história, os sentimentos e a cultura. 



Talentos artísticos foram expostos e apresentados através das seguintes amostras: “pinturas em tela”,  “artes plásticas por meio do mosaico Tangran”, “expressões idiomáticas”, “arte sustentável”, bem como de “desenhos narrativos” e de “desenhos livres”.



No palco, o público encantou-se com a apresentação da performance “Romeu e Julieta”, além das manifestações  musicais e cênicas, todas realizadas pelos alunos das várias UP’s. O palco principal contou, ainda, com a participação do circo e seus  palhaços e personagens do mundo da imaginação: piratas, Branca de Neve, Joaninha, dentre outros.



O imaginário poético, artístico e transcendental ficou por conta da nobre presença de “FRIDA KAHLO”, que, através do carisma da aluna Paula de Cássia, trouxe um interessante diálogo entre a obra da artista e suas interpretações psicológica e histórica.



As danças foram outro momento marcante do festival, em que estudantes demonstraram beleza e harmonia no encerramento do FAI com as apresentações “Dança indígena” e “Carimbó” para toda a comunidade.




O Festival deixa saudades, mas nos sugere a sensível fruição dos elementos estéticos contidos em todas as manifestações propostas. No ano que vem, queremos repetir a dose! Por enquanto, confira alguns desses felizes momentos:


    





sexta-feira, 19 de outubro de 2012

“DIA DAS CRIANÇAS” NAS UNIDADES PEDAGÓGICAS DA FUNBOSQUE


A Declaração dos Direitos da Criança estabelece, além de outros direitos, que toda criança deve receber proteção e cuidados especiais antes e depois do nascimento e, ainda, que possa desfrutar plenamente de situações prazerosas de lazer.

Foi em meio a essa perspectiva que a equipe das Unidades Pedagógicas da Escola Bosque preparou um dia muito especial para seus alunos! Os estudantes vivenciaram várias experiências divertidas, contagiantes e emocionantes, com brincadeiras, jogos, brindes, palhaços e o maravilhoso circo “Scatapleft”!

O circo não poderia faltar! As crianças e, claro, os adultos se divertiram bastante, afinal, a magia circense nos proporciona vários entretenimentos, harmonizando horas de distração e alegria a todos, ao exibir suas incríveis habilidades e carisma!



Na Unidade do Jutuba, a diversão ficou por conta da presença do inesquecível palhaço Anjo e das atividades lúdicas desenvolvidas pelos professores, em que as crianças puderam soltar a voz com o videokê!




Na Unidade do Jamaci, aconteceram muitas brincadeiras que foram construídas pelos professores com a participação das mães, além de distribuição de brindes e de um delicioso lanche.



quarta-feira, 10 de outubro de 2012

ELEC e suas dimensões de sentido: uma aula aberta



As Unidades Pedagógicas da Escola Bosque encerraram o mês de setembro com a realização do último ELEC- Encontro Lúdico Esportivo e Cultural, projeto este que aborda uma nova concepção sobre os “Jogos Internos”, considerando a possibilidade de co-decisão e de cooperação, cujo sentido tem origem nas experiências e vivências cotidianas de interação social.

Esse encontro foi destinado aos alunos dos Ciclos III e IV, que se encantaram, entreteram-se, aprenderam e riram muito, aliás, professores e coordenadores também deram boas risadas... Foram aulas divertidas por meio de oficinas, tais como: “futebol de sabão”, “projeto mosaico”, “oficina de Tangran”, “jogo da vida: uma aula sobre a sexualidade”, “esqueceu?... torta na cara!”, “cineclube”, “projeto bússola: orientação e navegação”, além de outras atividades lúdico-desportivas.

Na adolescência, novas emoções, ansiedades e problemas se sucedem, podendo constituir em situações transitórias de formação da personalidade, como também se tornarem mais sérios, e, com o objetivo de conversamos sobre esses assuntos, oferecemos a oficina “Jogo da vida”, na qual os grupos refletiram sobre suas próprias relações.

Por meio das Artes, alunos e alunas voaram, imaginaram e criaram belas produções artísticas no estilo mosaico, conhecendo a parte histórica e a técnica desse modo tão harmonioso de expressão.

Novos conhecimentos foram construídos por meio do “Tangran”, outra oficina da qual os estudantes participaram. O Tangran é um quebra-cabeça chinês formado por sete peças. O objetivo do jogo é utilizar essas sete peças, sem sobreposição, para montar uma determinada figura. Neste momento, os grupos foram convidados a construir imagens e a criar várias formas distintas.

Outro momento de grande diversão se deu durante o animado jogo de futebol de sabão, no qual os alunos descobriram várias possibilidades de movimentos, gerando uma experiência de muitos significados, como o cuidado com o próprio corpo e com o do outro, estabelecendo interações conscientes e socialmente construídas.

Essas e outras diversas experiências possibilitaram uma saudável interação social entre o alunado. E tivemos, ainda, uma nobre surpresa neste ELEC: a visita dos estudantes do CIII Iniciante da sede da Escola Bosque, que, além de abrilhantarem mais ainda o momento, emprestaram suas risadas resultando em trocas interativas e muito proveitosas!

Aproveitamos, também, para agradecer a presença dos professores da sede: Márcio Pina e Adriane Rayol, que muito contribuíram e vestiram a camisa do ELEC! 










 



segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Trabalhos de Conclusão de Curso 2011


Os alunos do Curso Técnico em Meio Ambiente da Escola Bosque, para fins de obtenção do título de técnicos, apresentam, ao final do curso, seus TCC (trabalhos de conclusão de curso), alguns dos quais você poderá conferir aqui no blog da FUNBOSQUE!

Os TCC em tela são o resultado do esforço dos professores que compõem o quadro docente do Curso Técnico, como, por exemplo, do Professor MSc. Breno Rodrigo de Oliveira Alencar, através de seu Projeto "Sementes do Saber: Iniciação à pesquisa em Educação Ambiental", cujo objetivo principal é formar profissionais capacitados ao exercício de atividades de pesquisa, elaboração de projetos e publicação científica.

Abaixo, confira os trabalhos das alunas Raphaella Cibelly, Maria Luzineide e Myrtes, você vai adorar!


quarta-feira, 5 de setembro de 2012

"Tour" virtual pela Ilha de Caratateua

Você, leitor do blog da EB, alguma vez já veio a Outeiro? Se não, prepare-se para conhecer a Ilha de Caratateua a partir do olhar dos estudantes do Ciclo II - 2° ano da sede da FUNBOSQUE.

No LIED (Laboratório de Informática Educativa), os alunos aprenderam a pesquisar imagens da Ilha, importando-as para o editor de texto e, em seguida, produziram uma redação a respeito da imagem selecionada. 

A atividade integra o projeto "Ilha de Caratateua (Outeiro): vivências e práticas do seu cotidiano", desenvolvido pela equipe da sala de informática: professores Ângela Melo, Helen Cardoso e Welligson Lameira, cujo objetivo é contextualizar, através das diversas áreas do conhecimento, o território da Ilha de Caratateua (Outeiro-Pa)

Veja, abaixo, as produções discentes resultantes da dinâmica e aproveite esse passeio virtual pela Ilha de Caratateua!

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Congresso Eidorfe Moreira


Você sabe quem foi Eidorfe Moreira? Conhece a sua obra? Nos dias 13 e 14 de agosto, por ocasião do Congresso Eidorfe Moreira, os alunos e professores da Escola Bosque tiveram o enorme prazer de aprofundar seus conhecimentos sobre esse grande intelectual de alma paraense!

O evento, promovido pela Secretaria Municipal de Educação de Belém (SEMEC) e a Universidade da Amazônia (UNAMA), contou com a presença de brilhantes palestrantes e, é claro, dos atentos estudantes da Fundação que traz, em seu nome, justa homenagem ao escritor.

Abaixo, confira as imagens e o folder desse encontro tão enriquecedor!



Estudantes a caminho do campus Alcindo Cacela da Universidade da Amazônia (UNAMA), onde ocorreu o Congresso Eidorfe Moreira

Estudantes do ensino médio da Escola Bosque marcando presença no auditório da UNAMA

Folder do Congresso Eidorfe Moreira - vista externa
Folder do Congresso Eidorfe Moreira - vista interna

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Um novo semestre se inicia, e a Escola Bosque está sendo preparada para melhor receber seus alunos, a fim de servir de espaço para a construção de novos conhecimentos e vivências felizes! Mas é claro que as situações de aprendizagem não se limitam aos muros da escola. No período de 18 a 22 de junho de 2012, por exemplo, os alunos Anniele, Bruna, Mariana, Robert, Raimundo Alex e Suelen, acompanhados dos professores Elias Gomes e Célio Costa e do presidente da Escola Bosque, Sr. Elton Braga, representaram a FUNBOSQUE na Rio +20. 

Lá, os estudantes aperfeiçoaram seus conhecimentos, fizeram novos contatos e apresentaram o trabalho desenvolvido na Fundação. Os alunos foram bastante elogiados por todos, graças à sua desenvoltura e simpatia!


A Rio +20, evento realizado em junho deste ano na cidade do Rio de Janeiro, objetivou definir uma agenda de desenvolvimento sustentável para as próximas décadas, sendo constituída de diversas palestras, debates e intercâmbio de ideias.


Confira alguns momentos do evento e, sobretudo, boa volta à aulas!


Estande da Escola Bosque na Rio +20

Visitantes conhecendo a proposta pedagógica da Escola Bosque através do aluno Robert 

Suellen, aluna do curso técnico, apresentando as atividades da FUNBOSQUE 

Aluna Anielle Santiago expondo fotografias das práticas pedagógicas da EB

Estudantes da Escola Bosque atentos a todos os detalhes da Rio + 20
Alunos Raimundo Alex e Anielle Santiago sendo fotografados, no estande da Escola Bosque, por repórter de Minas Gerais

Prof. Elias Gomes apresentando a proposta de trabalho da EB em entrevista à jornalista  paraense

Sr. Elton Braga, presidente da FUNBOSQUE, expondo o trabalho desenvolvido pela escola na Cúpula dos Povos

Prof. Célio Costa divulgando o trabalho da EB através dos projetos da Fundação






quarta-feira, 11 de julho de 2012

Formação pedagógica - 2° semestre/2012

A Escola Bosque Eidorfe Moreira convida os professores e técnicos da Fundação a participarem da formação "Mediando Conflitos em Sala de Aula", ministrada pela Msc. Niamey Granhen Brandão da Costa. A atividade  objetiva qualificar a ação desenvolvida pela equipe pedagógica da EB em relação às situações que envolvem conflitos, especialmente aqueles ocorridos em sala de aula, bem como promover a reflexão sobre o papel do professor-mediador em sua relação com ele mesmo, com o aluno e com o saber.

A demanda dessa atividade surgiu nos conselhos de ciclo e de classe realizados pela instituição com a participação do grupo de docentes e do Núcleo de Atendimento Pedagógico - NAP. Considerando que tais conselhos se constituem em uma prática pedagógica de integração entre técnicos, professores, pais e alunos, visando o aperfeiçoamento do processo educativo de modo participativo, o curso pretende subsidiar e qualificar a ação desenvolvida pela equipe da escola. A partir da escuta atenta das vivências em sala de aula, o Núcleo de Atendimento Pedagógico da Escola Bosque constatou que, além dos problemas relacionados às dificuldades de aprendizagem, há a necessidade de uma orientação específica a respeito da mediação de conflitos no espaço de sala de aula, tendo em vista que algumas situações que obstam a aprendizagem perpassam por essa questão. 

Datas:
Turma I: 02/08/2012, quinta-feira, das 15:00h às 19:00h Turma II: 03/08/2012, sexta-feira, das 08:00h às 12:00h

Ministrante:
Msc. Niamey Granhen Brandão da Costa – CRP 00236/10, Psicóloga Clínica e Educacional. Mestre em Psicologia Clínica e Social na abordagem Psicanalítica – UFPA; Especialista em Docência do Ensino Superior - UNESPA; Especialista em Psicologia Escolar Educacional - CRP; Professora supervisora de estágio em Psicologia Escolar: Ensino Regular – FAPSI/UFPA; Professora das disciplinas: Avaliação e Medidas Psicológicas, Psicologia Familiar, Desenvolvimento Humano, Psicologia: Formação e Prática – CCBS/UNAMA; Coordenadora do Projeto de Extensão "Facilitação da Escolha em Orientação Vocacional" – FAPSI/UFPA; Consultora em Psicologia Escolar Educacional, Organizacional e Avaliação Psicológica; Desempenha a atividade clínica, desde 1987, em consultório particular, realizando Orientação Vocacional, Psicodiagnóstico e Psicoterapia.